De janeiro a julho de 2008, a Renault do Brasil comercializou 68.904 unidades, volume que representa um crescimento de 91,6% em relação ao mesmo período do ano passado. Este desempenho, considerado três vezes maior do que o crescimento do setor automotivo – que elevou suas vendas em 30% nos primeiros sete meses do ano – é resultado do avanço da marca no mercado com uma linha de produtos sob medida para as necessidades do consumidor nacional, a exemplo dos modelos Sandero e Logan.


A participação de mercado, de 4,3% – 1,4 ponto percentual superior à obtida no mesmo período de 2007-, rendeu à marca a 5ª posição no acumulado do ano.

Como reflexo da performance comercial, em julho a Renault do Brasil ultrapassou o seu recorde de produção mensal, com 14.805 unidades fabricadas no Complexo Ayrton Senna, complexo industrial da marca localizado em São José dos Pinhais (Paraná).

Em julho, a Renault comercializou 10.288 unidades, um crescimento de 90% em relação ao mesmo mês de 2007. Entre os modelos lançados recentemente, Logan e Sandero continuam com um desempenho acima das previsões iniciais, com 7.038 unidades vendidas no último mês.

Outro destaque da marca é o Mégane Grand Tour, que se consolida como líder no segmento de station wagon média, com 2.855 unidades vendidas de janeiro a julho deste ano.

A previsão da Renault para 2008 é a de fechar o ano com um total de 120.000 unidades vendidas no País.