A Stuttgart Sportcar, importador oficial Porsche no Brasil, confirmou para a segunda quinzena de março a chegada das primeiras unidades do novo 911 Turbo. O carro teve diversas modificações em relação à geração fabricada entre 2006 e 2009, como motor exclusivo e novas tecnologias que aumentaram ainda mais a potência e a dirigibilidade. Os preços iniciais são de R$ 739.000,00 (911 Turbo cupê) e R$ 789.000,00 (911 Turbo Cabriolet).

Todos os 911 Turbo vendidos no Brasil serão equipados com câmbio “paddle shift”, com troca de marchas sendo feita por meio de borboletas localizadas atrás do volante e conectadas à coluna de direção. Esse sistema, semelhante ao utilizado nos mais modernos carros de corrida (inclusive na Fórmula 1), é uma das apostas da Stuttgart Sportcar para o novo 911 Turbo. Outros equipamentos presentes nas unidades vendidas no País serão o PTV (Porsche Torque Vectoring), sistema eletrônico de diferencial que interfere nos freios localizados nas rodas que estiverem no lado interno da curva e aumentam a precisão na dirigibilidade; o Sport Chrono Turbo com controle de largada; e os coxins de motor ativos, que reconhecem o estilo de pilotagem do motorista e têm suas características de rigidez alteradas continuamente, sempre de maneira a diminuir a movimentação do conjunto motor/câmbio e otimizar a tração e a aceleração.

Uma das novidades do Porsche 911 Turbo 2010 é o motor de 3,8 litros exclusivo. Até 2009, os motores das versões turbinadas eram desenvolvidos com base no aspirado das versões Carrera. Esta nova geração marca também a chegada da tecnologia DFI (injeção direta de combustível) ao 911 Turbo. Esteticamente, o 911 Turbo recebeu as mesmas alterações que estrearam em 2008 nos 911 com motor aspirado, como os faróis dianteiros direcionais e as lanternas traseiras em forma de gota e com leds.

“O 911 Turbo é um modelo lendário da Porsche e tem um público cativo, que aprecia a potência, o conforto e o prazer que ele proporciona ao dirigir”, analisa Marcel Visconde, presidente da Stuttgart Sportcar. A previsão da importadora é comercializar cerca de 50 unidades do 911 Turbo em 2010.