Com início de comercialização previsto para 2011 no mercado norte-americano, a Chrysler apresenta o novo Chrysler 300C. Com as tradicionais dimensões de um veículo de tração traseira, as laterais elegantemente esculpidas e destacado refinamento, o novo Chrysler 300C orgulhosamente oferece distinção, inovação e recursos de um sedã premium, ao mesmo tempo estabelecendo uma nova direção para a marca americana.

Com mais de 55 anos de estilo elegante, a nova versão 2011 do Chrysler 300C oferece uma aparência moderna com detalhes de design surpreendentes para o segmento. Na dianteira, uma nova grade traz sete aberturas horizontais com lâminas perfeitamente esculpidas que expressam precisão. O acabamento cromado das lâminas horizontais e o novo logotipo da Chrysler proporcionam um contraste único com o contorno da grade cromada. Para iluminar a estrada estão os faróis com a assinatura “key slot” com a borda inferior recortada. No interior, os faróis refletores bi-direcionais estão instalados ao lado das luzes de circulação diurna iluminadas por LED, formando um “C” que proporciona ao veículo uma presença inconfundível na estrada.

O perfil do novo Chrysler 300C apresenta as dimensões elegantes de seu antecessor com design ainda mais refinado para uma aparência impecável. As formas surpreendentes dos pára-lamas dianteiros, que se elevam no capô, refletem os pára-choques traseiros, que também se elevam na tampa traseira e descem para as lanternas traseiras para formar uma silhueta inconfundível e robusta. Para aprimorar a aerodinâmica e a visibilidade, o pára-brisa do luxuoso Chrysler foi inclinado em 3 polegadas, ao mesmo tempo em que as portas, com colunas mais finas, melhoraram a visibilidade externa em 15%. Para admirar o céu, o novo teto solar panorâmico com painéis duplos proporciona duas vezes mais visibilidade do que um teto solar convencional. Proporcionando uma aparência mais moderna, as laterais do novo Chrysler 300C enfatizam a distância entre eixos mais longa e a espaçosa cabine. Oferecendo um toque de sofisticação de sedã de luxo, o novo Chrysler 300C destaca-se pela grade com sete aberturas, detalhes cromados na dianteira e traseira e rodas de alumínio polido de 20 polegadas.

A tampa traseira do novo Chrysler 300C agora incorpora um aerofólio com o novo logotipo da Chrysler. As lanternas traseiras tipo LED oferecem uma iluminação harmoniosa, ao mesmo tempo em que iluminam a noite com uma presença sedutora. Separando verticalmente os faróis, o pára-choque traseiro do Chrysler 300C traz um aplique cromado que conecta diretamente os elementos da lanterna traseira.

Combinando requinte com o estilo americano, o interior do novo Chrysler 300C traz materiais autênticos que oferecem, além de um estilo expressivo, mais conforto para os passageiros. As principais melhorias no interior do Chrysler 300C consistem no uso de materiais de toque suave, acabamento interno de alta qualidade, disponibilidade de bancos de couro aquecidos e ventilados, detalhes de madeira no painel de instrumentos, portas, console central e volante.

Projetado para oferecer uma atmosfera luxuosa, o sedã Chrysler 300C possui painel de instrumentos e painéis das portas com detalhes para uma aparência de alta qualidade. O novo painel de instrumentos oferece dois grandes indicadores com iluminação no tom de safira azul e aros cromados. A iluminação interna com LED azul proporciona ao interior um ambiente moderno de alta qualidade.

Com sua central de entretenimento Uconnect® Touch de 8,4 polegadas, o novo sedã Chrysler 300C oferece a maior tela touch screen do segmento, integrando entretenimento e tecnologias de conveniência para manter os passageiros conectados, confortáveis e seguros. Da navegação pela tela touch screen ao ar condicionado dual-zone e à capacidade de personalizar recursos de conveniência, o Uconnect Touch torna a vida no sedã Chrysler 300C uma exclusiva experiência para o motorista e os passageiros.

Produzido na fábrica de Bramptom, em Ontário, no Canadá, o Chrysler 300C chega às concessionárias norte-americanas no primeiro trimestre de 2011.